Não amemos de palavra, nem da boca para fora,

mas de fato e de verdade.

(1 João 3.18)

 

Nós, Delegados e Delegadas presentes na 21ª Assembleia Sinodal do Sínodo Rio dos Sinos, em 28 de maio de 2022, em São Leopoldo, agradecemos pelo cuidado de Deus conosco, nossas famílias e Campos de Atividade Ministerial até esse dia. De igual maneira, pranteamos as tantas vidas perdidas  até aqui pela pandemia de Covid-19. É um motivo de preocupação e um desafio prover a sustentabilidade de nossas Comunidades, projetos e Sínodo, e da mesma forma promovermos ações em prol do sustento digno das pessoas. Ressaltamos a alegria do reencontro, após dois anos de encontros virtuais. Louvamos a união entre as Comunidades e a unidade Sinodal — isso nos comove, e somos Igreja agradecida.

 

Como Igreja Cristã, refletimos sobre os gemidos da Criação de Deus, ela que não pecou, mas sofre por causa dos nossos pecados e é pisoteada por nossa cobiça em querer sempre mais e mais. Esse é, por assim dizer, o "vão" que nega a presença e o agir de Cristo. O Cristo que ascendeu aos céus e nos enviou a continuar a sua obra nos convida à preservação da vida através da economia e da sustentabilidade, pois a pandemia não é castigo de Deus, mas uma catástrofe impulsionada pela ganância humana, que age sem discernimento, pisoteando a boa Criação de Deus. Celebramos as iniciativas tomadas em prol do cuidado com a Criação, como a instalação de placas fotovoltaicas na Rádio União e na Sede Sinodal. Estamos no tempo de plantar, também aqui, e rogamos pela sabedoria de Deus.

 

Somos Igreja que exerce o cuidado para com o próximo e para com a Criação de Deus; contudo, confessamos que a banalidade do mal, na pós-modernidade, torna cada vez mais presente o sofrimento no contexto brasileiro. O ser humano é continuamente coisificado a partir de uma ótica utilitarista que também retira seu tempo para viver em família e comunidade. A dignidade do ser humano — enquanto ser criado à imagem e semelhança de Deus — é eliminada para que sirva apenas ao deus-mercado.

 

Como Igreja Cristã, somos convidados/as a refletir sobre as oportunidades para exercermos o cuidado e o amor ao nosso próximo, vendo-os como humanos e não como “peças” de uma grande máquina. Através do Sacerdócio Geral, a diversidade de dons é colocada a serviço através da prática do amor. Expressamos essa confiança através da indicação e eleição de pessoas leigas e ordenadas e pessoas jovens para cargos e serviços, como forma de testemunhar a Deus no meio eclesiástico, mas também no meio secular. Junto a essa boa notícia, temos a preocupação com a falta de novas vocações para os Ministérios Ordenados. Rogamos que Deus faça-as surgir, e que em nossos campos ministeriais possamos reconhecer e motivar pessoas vocacionadas. Queremos, no Sínodo, centrar esforços na valorização do batismo através da formação de lideranças e do projeto Missão Criança como ação catequética e evangelizadora da Igreja. Louvamos a Deus pela multiplicidade de dons que nos possibilitam viver em comunidade de maneira digna e valorosa.

 

Nesse tempo de retomada, comemorando os 40 anos de ordenação da primeira mulher ao Ministério com Ordenação e caminhando rumo ao bicentenário da presença Luterana no Brasil, oramos para que o senso de solidariedade e a vontade de estar junto às outras pessoas estejam presentes em nossas mentes e corações e se multipliquem em nossas comunidades. É momento de amar, estender a mão às pessoas que necessitam e compreender que podemos servir a Deus cuidando também de sua preciosa Criação. É tempo de re-unir, re-encontrar, re-começar, re-fazer; é tempo de re-esperançar! Mas, com responsabilidade diante de Deus, do/a próximo/a e da Criação de Deus. Jesus não abre mão de nós com a Sua Ascensão. Que Deus nos abençoe e fortaleça nessa jornada.


São Leopoldo, 28 de maio de 2022.

Comissão de Mensagem:

Pastora Carla Andrea Grossmann - Paróquia Trindade - Santo Antônio da Patrulha/RS

Pastor Wiliam Felipe Zacarias - Paróquia Ferrabraz, Sapiranga/RS

Natan Schumann - Presidente do COSIJE (Conselho Sinodal da Juventude Evangélica)
 

Fale conosco

Olá! Envie sua mensagem através do formulário abaixo.

Contato

Rua Amadeo Rossi, 467 - Prédio B Morro do Espelho - São Leopoldo - RS

(51) 3589 3821 / (51) 3134 1180

secretaria@sinodors.org.br