14 de Dezembro de 2017

Noite de Celebração de Advento: preparando a chegada de Jesus

Sínodo Rio dos Sinos realiza belíssima Celebração de Advento Na noite de segunda-feira, 04 de dezembro, estiveram reunidos na Sede ...

Noite de Celebração de Advento: preparando a chegada de Jesus

Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Sínodo Rio dos Sinos realiza belíssima Celebração de Advento

Na noite de segunda-feira, 04 de dezembro, estiveram reunidos na Sede Sinodal, ministros, ministras, pastores eméritos, irmãs jubiladas, lideranças de comunidades e seus familiares para participar da tradicional Celebração de Advento do Sínodo Rio dos Sinos. Antes de se reunirem no auditório da Sede Sinodal, as pessoas presentes foram recepcionadas com dois belos hinos entoados pelo Grupo de Metais da Obra Acordai. Logo após, seguiram para o local da celebração, e a Pastora Cleide Olsson Schneider conduziu o momento de acolhida. Quando a primeira vela da Coroa de Advento foi acesa, o estudante de Teologia, Eriksson Tomaselli, convidou as pessoas para um momento de oração, pedindo para que Deus viesse ao nosso encontro e nos guiasse para um caminho de paz, amor e esperança. Logo após, a Pastora Cleide deu introdução ao tema da celebração, que neste ano foi o “Retábulo de Advento”.

Ela explicou que o Retábulo é uma construção que compreende um ou mais painéis pintados ou em baixo-relevo e fica por trás ou acima do altar de uma igreja. Esta proposta foi trazida junto aos recursos litúrgicos que estão no e-book “A Palavra na Liturgia”. O material, lançado por ministros, ministras e estudantes da Faculdades EST em parceria com a da Red Crearte, foi publicado há algumas semanas. A arte do Retábulo foi cuidadosamente criada e pensada por Marcelo Ramos Saldanha, artista e pós-doutorando em Teologia. Cada quadro que forma o Retábulo simboliza um Domingo de Advento.

O primeiro ícone apresentado mostra a imagem de Cristo Oleiro: Jesus restaura, capacita e chama para vigiar e orar. A partir dessa imagem, transmitiu-se a imagem de que Deus vem a nosso encontro e nos transforma e, assim como o oleiro, nos dá a oportunidade de termos nossa vida refeita. Deus, então, traz mais amor, força e a oportunidade de salvação às nossas vidas.

Após a revelação do primeiro Retábulo, o P. Jaime Jung chamou as crianças. Contou-lhes a história bíblica do livro de Jeremias 18. 1-11, em que Deus diz ao profeta, depois de ele ter visitado a casa do oleiro e visto seu trabalho: “Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim são vocês na minha mão, ó casa de Israel.” Assim, da mesma forma que o oleiro fez com o barro, o P. Jaime convidou as crianças a moldar e trabalhar na argila.

Enquanto as crianças se dedicavam ao trabalho manual, foi apresentado o segundo ícone do Retábulo, que mostra a imagem de João Batista, a voz que clama no deserto. Ele, sendo um homem simples e alguém que anuncia a vinda do Filho de Deus, representa aquele que prepara o caminho do Senhor, onde graça e verdade se encontram. João Batista simboliza o acolhimento do chamado de Deus para o serviço.

 Após cantarem mais um hino, foi trazido o terceiro ícone do Retábulo, que tem como título “do deserto ao jardim, grandes coisas fez o Senhor por nós”. O Pastor Sinodal Edson Edilio Streck fez a reflexão relacionada ao tema. No Terceiro Domingo de Advento, celebramos a vitória da justiça sobre o deserto das iniquidades. O ícone traz ao nosso coração a razão da nossa esperança: Cristo. O Pastor Edson colocou que o Advento é o caminho em direção ao Natal e a partir desta perspectiva, expõe todas aquelas pessoas que também aceitaram caminhar em direção a um novo mundo, tendo Jesus Cristo como Salvador: José e Maria, os três Reis Magos, os Pastores de Ovelhas e João Batista. Cristo é aquele vai em direção aos seus futuros discípulos e também a pessoas carentes e busca acolher quem precisa de sua ajuda, seu consolo e seu amor. Os pés de Cristo são retratados. São pés em movimento, assim como devem ser os pés da Igreja. Aqui, na América Latina, os pés simbolizam que nenhuma teologia pode ser feita sem que se tenha os pés no chão e sem que esteja comprometida com a realidade das pessoas que se encontram em sofrimento. Cristo é o caminho da esperança.

Por fim, a Pastora Cleide comentou o último ícone do Retábulo, que traz o tema “A anunciação; Maria, serva da fidelidade e bondade de Deus”. A Pastora Cleide, trazendo o significado daquele retrato, mostrou que a anunciação do anjo Gabriel é um momento decisivo, porque anuncia a vinda de Deus ao mundo, para salvar seus filhos e filhas. A profecia de Isaías se cumpriu: “Uma Virgem conceberá e dará à luz um filho e o seu nome será Emanuel – Deus Conosco”. Na imagem, sobre a cabeça de Maria pousa uma pomba, que representa a ação do Espírito Santo, que também a protege. A Pastora Cleide também destacou que Maria foi representada como uma serva que aceita com alegria servir a Deus, e que nós, assim como ela, precisamos glorificar nossa alma ao Senhor, e permitir que Ele aja em favor de nós e guie nossos passos para que em seu nome realizemos grandes obras.

Em seguida, as pessoas presentes foram convidadas, assim como Maria, a compartilhar as obras que Deus têm feito em nós.

Ao final, o hino “Se caminhar é preciso”, de Simei Monteiro, foi entoado pelo público.

No final da celebração, todas as pessoas foram convidadas a participar de uma confraternização, em que cada família trouxe um prato de comida para compartilhar. Cada família recebeu um cartão com uma reprodução do Retábulo do Advento, com os votos do Sínodo Rio dos Sinos de uma abençoada caminhada até o Natal.

Ana Carolina Walzburger

Comunicação – Sínodo Rio dos Sinos

Esta notícia possui arquivos para download:

 

IECLB

Contato

Rua Amadeo Rossi, 467 B - Bairro Morro do Espelho
São Leopoldo / RS - CEP 93030-220

(51) 3589 3821
(51) 3037 7527
(51) 999133 9052

faleconosco@sinodors.org.br

hand made by Senso*