14 de Dezembro de 2017

Culto de Apresentação do Tema do Ano 2018 acontece na Comunidade da Redenção

A cada ano, Comunidades e instituições ligadas à IECLB unem-se em torno de um tema que motiva para reflexão e ...

Culto de Apresentação do Tema do Ano 2018 acontece na Comunidade da Redenção

Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

A cada ano, Comunidades e instituições ligadas à IECLB unem-se em torno de um tema que motiva para reflexão e ação. O Tema do Ano é um dos principais canais de comunicação e formação na IECLB. Isso traz unidade à nossa Igreja. De sul a norte, de leste a oeste, todas as comunidades de nossa Igreja se sentem unidas.

Para 2018, o tema da IECLB é: Igreja, Economia, Política. Esse tema vem acompanhado e iluminado pelo lema bíblico: "Eu sou o SENHOR, teu Deus" (Êxodo 20.2a). É o primeiro dos dez mandamentos que Deus, por intermédio de Moisés, deixou para o seu povo.

O culto que celebrou o novo ano eclesiástico e que apresentou este novo tema ocorreu no Primeiro Domingo de Advento, dia 03 de dezembro, na Comunidade Evangélica da Redenção, no Bairro Guarani, em Novo Hamburgo. No culto, esteve presente o Pastor Sinodal Edson Edilio Streck, que foi o responsável por levar às pessoas presentes a prédica naquele dia. A mensagem foi baseada no texto de Levítico 19.1-4,11-19, onde ele destacou em especial o versículo 18, que diz “mas ame o seu próximo como você ama a si mesmo. Eu sou o SENHOR.” O Pastor Edson colocou que esta passagem tem como objetivo destacar a forma como devemos nos dirigir a Deus (de todo o coração, alma e entendimento) e ao nosso próximo, como a nós mesmos.

Essa é a mensagem de Deus: a salvação está entre vocês – se acolhermos Jesus como o Salvador! A salvação está em vocês, se escolhermos amar aos outros, o que nos representa, ao nosso País e a Deus, como a nós mesmos. 

Martim Lutero descobriu algo semelhante, lendo a Bíblia. E essa descoberta mudou totalmente a sua vida. Mudou a vida das pessoas. Mudou a Igreja. E a partir de sua pregação, mudou o mundo de seu tempo, inclusive na área da Economia e da Política!

Assim, o pastor Edson em sua reflexão, relacionou sua reflexão sobre o texto de Levítico com a introdução ao Tema do ano de 2018.

Conforme se percebe no cartaz do Tema do Ano, há algumas imagens, que nos trazem diferentes mensagens. No centro, há uma cruz e um livro aberto – a Bíblia. Ambas apontam para o papel da Igreja no mundo: trazer ao mundo a Palavra de Deus; ensinar às pessoas a vontade de Deus. Acima, se vê um ramo de trigo. Aponta para a função da Economia: fornecer ao mundo o alimento necessário, a sustentação básica. Economia é, portanto, a forma de organizar a vida numa casa. Casa, nos tempos antigos, não era apenas uma construção, mas tudo o que fazia parte de uma vida familiar. Martim Lutero coloca isto de uma maneira clara no Catecismo Menor, quando explica a prece do “pão nosso de cada dia”: comida, bebida, roupa, calçado, casa, lar, meio de vida, dinheiro e bens, marido e esposa íntegros, filhos íntegros, empregados íntegros, patrões íntegros e fiéis, bom governo, bom tempo, paz, saúde, disciplina, honra, amigos leais, bons vizinhos e coisas semelhantes.

Na parte de baixo, é possível ver o aperto de duas mãos. São duas mãos diferentes, como diferentes somos nós. Apontam para a função da Política: acima de tudo, proteger. A cidade é a união, é o lugar de convívio que se dá entre muitas casas. Organizar esse convívio é necessário, para que não haja pessoas indevidamente prejudicadas, nem pessoas indevidamente avantajadas.

Para nós soa estranho ver essas três instituições unidas. De fato, em nosso país, Igreja e Estado são instituições que têm muito em comum, mas têm sua organização própria. Mas a Bíblia não vê a Igreja – a Sociedade – a Política como instituições separadas. Martim Lutero entendia que cada pessoa, inclusive cada pessoa cristã, participa de igual forma nesses três âmbitos. Eles são separados, distintos, mas não se anulam. Pelo contrário: se complementam. Nenhum âmbito é mais sagrado ou espiritual que outro. Todos fazem parte da boa criação de Deus, que criou o mundo e nos dá a ordem de administrá-lo de acordo com a sua vontade. E sua vontade está muito clara na Bíblia. E é expressa aqui no lema bíblico do ano, com as palavras do primeiro dos dez mandamentos: “Eu sou o Senhor, teu Deus”.

No novo ano, em diversos momentos e de diferentes formas esse tema e esse lema estarão em nossas reflexões, em nossos estudos, com o propósito de nos unir, como membros e comunidades da IECLB, em torno do propósito de fazer – de nossos lares, comunidades, cidades e país – lugares que refletem a justiça que Deus deseja que alcancem todas as pessoas e dirijam todo o nosso convívio.

Dessa forma, a partir da mensagem que nos traz o tema do ano, precisamos lembrar de que Deus chama, Jesus convida as pessoas, ali onde elas estão. No trabalho que elas exercem. E muitas são tocadas e transformam, a partir de sua fé, outras pessoas e a realidade em que se encontram. Assim, lembremo-nos de exercer com amor e igualdade nossa missão na Igreja na Economia e também na Política.

Esta notícia possui arquivos para download:

 

IECLB

Contato

Rua Amadeo Rossi, 467 B - Bairro Morro do Espelho
São Leopoldo / RS - CEP 93030-220

(51) 3589 3821
(51) 3037 7527
(51) 999133 9052

faleconosco@sinodors.org.br

hand made by Senso*