Na noite de 16 de outubro, sexta-feira, a partir das 19h30min, aconteceu, no canal do Sínodo Rio dos Sinos no Youtube e na página do Sínodo no Facebook, a live “A arte de conversar na vida a dois”.

O Pastor Sinodal Carlos E. M. Bock e a Catequista Valéria Bock iniciaram a live dando as boas-vindas às pessoas participantes. O Pastor Carlos levou as palavras do versículo em Filipenses 4.8 que diz: “Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o pensamento de vocês”.  

O Pastor Carlos falou da necessidade de uma conversa verdadeira entre um casal, em que o amor e o respeito estejam em primeiro lugar. Até o dia 23/10, sexta-feira, a live somou mais de 1200 visualizações nas duas plataformas em que foi transmitida simultaneamente. Os convidados, o P. Dr. Adilson Schultz e a Pa. Dra. Anete Lutz Roese, que são casados há 22 anos, receberam as saudações da Catequista Valéria em nome do Sínodo Rio dos Sinos e, em seguida, se apresentaram ao público.

A psicóloga Anete iniciou sua fala destacando a importância da arte de conversar, principalmente neste tempo de pandemia. Entende-se que a conversa entre o casal é um tema que gera conflitos. Ela colocou que quando há desequilíbrio na conversa, há também o desinteresse. Na arte da conversa, está o interesse pelo que a outra pessoa fala é fundamental. É a partir da conversa que os vínculos entre o casal renovam-se constantemente. É na fala que se demonstram os sentimentos, se compartilham as angústias e também as alegrias. O Pastor e sociólogo Adilson destacou que a conversa transcende o relacionamento. Ele relatou que há muitos casais que encontram dificuldades para criarem momentos de diálogo e que é necessário encontrar equilíbrio entre a fala e a escuta. Ele destacou a seguinte frase do poeta Rubem Alves:  O amor começa na escuta. E é na não-escuta que ele termina.

Refletindo sobre a arte de falar e escutar, o casal destacou a importância e a necessidade de, durante um diálogo, saber acolher as experiências. Mais do que encontrar o espaço para falar, é necessário saber escutar com amor. A conversa é espiritual. Em uma conversa saudável, existe o cuidado, o afeto, a troca. Ao escutar com atenção e doação, permite-se que a pessoa que compartilha seus sentimentos se desenvolva como ser humano. 

A Dra. Anete e o Dr. Adilson mostraram, a partir de experiências vivenciadas no trabalho em consultório, grupos de casais e grupos de apoio, que o amor inicia e se constrói na troca, na interação – conversar é um ato de amor. É preciso aprender a escutar, mas também é preciso aprender a se fazer ouvir, pois o ser humano quer ser amado e compreendido.  Eles destacaram também que a arte de conversar, de demonstrar sentimentos, buscar interesses, deve iniciar já na educação infantil, em casa. As crianças precisam ser estimuladas a demonstrarem suas emoções desde cedo, e é importante que esta construção ocorra sem rótulos ou distinções. 

Quem assistiu à live, pôde prestigiar a apresentação do professor de música da Faculdades EST Maurício Marques, que realizou uma belíssima interpretação da música “Carinhoso”, composta pelo artista brasileiro Pixinguinha. Logo após, foi aberto um espaço para perguntas. As dúvidas do público foram direcionadas ao casal por intermédio da Catequista Valéria.

Compartilhar interesses, construir uma amizade com o parceiro ou a parceira, se colocar no lugar da outra pessoa, respeitar e demonstrar vontade de crescer são atitudes fundamentais para se criar um relacionamento com diálogo saudável.  

Em seguida, o P. Carlos e a Cat. Valéria encaminharam para o encerramento da live, levando ao público o convite à reflexão: o que nos faz ser como somos? Como foi o diálogo em nossa vida, na nossa rotina? Como podemos crescer como casal? 

Assista à live na íntegra:


  .




Arquivo: 3151.pdf

Fale conosco

Olá! Envie sua mensagem através do formulário abaixo.

Contato

Rua Amadeo Rossi, 467 - Prédio B Morro do Espelho - São Leopoldo - RS

(51) 3589 3821 / (51) 3134 1180

secretaria@sinodors.org.br