“Sabeis estas coisas, meus amados irmãos. Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar.” Tiago 1.19


Tiago quer aconselhar carinhosamente; por isso, referindo-se ao que dizia anteriormente e ao que vai dizer na sequência, ele chama os destinatários da carta de amados.

Ouvir tanto pode se referir aos ensinamentos da Palavra quanto ao modo de ouvir uns aos outros. Ser rápido no ouvir. Pronto, disposto, de ouvidos e coração abertos.

Mas não basta apenas estar pronto para ouvir. É preciso ser tardio para responder, para falar. Ser tardio é ser vagaroso, prudente, cuidadoso. Pensar antes de falar é sempre bom. Muitas vezes nossas palavras revelam o que há em nosso coração.

Conselho sábio, mas difícil de seguir.

Quando Tiago escreveu ‘o falar’ era apenas falar com a boca. Hoje falamos nas redes sociais mais do que com a boca.

As pessoas não se encontram, não se olham nos olhos, não se tocam, mas se agridem com palavras escritas. É muito mais fácil ofender, criticar, zombar, denegrir pelas redes sociais. No cara a cara precisamos sorrir para disfarçar a raiva e o preconceito. Muitas vezes nem lemos com atenção o que outros compartilharam de bom. Mas, se discordamos de algo, logo reagimos com uma resposta. E muitas vezes nossa resposta não é nem um pouco educada.

Quem hoje está pronto para ouvir?

Faço muitas visitas e tenho paixão por sentar-me e ouvir. E ouço muitas coisas. Alegrias, tristezas, conquistas, decepções, mágoas e muito mais. Não preciso falar quase nada. Apenas dar uma Palavra de Deus, um conselho breve, se me for solicitado, e uma oração. As pessoas estão carentes de ser ouvidas de verdade.

Temos dois ouvidos e uma boca. O recado já está dado em nosso próprio corpo: ouça mais e fale menos.

Mas estar pronto para ouvir é coisa do coração. O coração ansioso quer falar, e não quer ouvir. O coração egoísta quer ser ouvido. Grita.


Não é bom se atrasar para compromissos, mas é bom se atrasar para falar. Dá tempo de pensar bem no que se vai dizer.

Quem de nós já não se arrependeu de falar sem pensar?

E, quanto mais falamos, mais a ira se acende em nós. A ira é alimentada pelos pensamentos e pelas palavras. Numa discussão as palavras são o combustível da ira.

Para ser tardio em irar-se é necessário não perder a calma. Quando estamos agitados falamos muito e nos iramos com facilidade. Efésios 5:26 diz: Irai-vos, mas não pequeis. Ou seja, se não der para escapar da ira, pelo menos não deixe que ela o faça pecar.

Sigamos o conselho de Tiago. Com certeza teremos uma vida muito mais feliz.

Missionária Ivone Osterberg

Comunidade da Redenção


Fale conosco

Olá! Envie sua mensagem através do formulário abaixo.

Contato

Rua Amadeo Rossi, 467 - Prédio B Morro do Espelho - São Leopoldo - RS

(51) 3589 3821 / (51) 3134 1180

secretaria@sinodors.org.br